24.05.2012
0

Natureza Morta de Jenner Augusto.

Meninas,
Hoje vou falar um pouquinho sobre Jenner Augusto e suas obras.

JENNER AUGUSTO-NATUREZA MORTA-42 X 61 CM-OST-1983

Jenner Augusto, artista plástico sergipano, radicado na Bahia, foi pioneiro da arte moderna. Destacou-se pela brasilidade de sua paisagem e de sua qualidade artística.
O quadro natureza-morta, faz parte de um gênero da pintura (natureza morta) e fotografia em que se representa seres inanimados, como frutas, flores, livros, garrafas, jarras de metal, porcelanas, dentre outros objetos, e pertence ao acervo da MCR Galeria de Arte.
Para complementar o post, minha tia Cláudia Moniz Barreto enviou um poema que Jorge Amado fez sobre Jenner Augusto.
texto de jorge amado
MCR GALERIA DE ARTE
Ondina Apart Hotel
17.05.2012
2

Cabra Branca na Lagoa Mágica, de Calasans Neto

Meninas,
E ai, vocês estão gostando dos posts sobre as obras de arte? Tenho recebido um retorno bem positivo!
Eu estou adorando e tenho aprendido bastante, graças a minha tia Cláudia Moniz Barreto Cury (dona da MCR Galeria de Arte, junto com o seu marido, Marcos) que tem me ensinado bastante coisa.
Bom, hoje vou mostrar para vocês o quadro Cabra Branca na Lagoa Mágica, de Calasans Neto.

CALASANS ..

José Júlio de Calasans Neto  (1932-2006) um dos expoentes da geração modernista baiana.
Participou intensamente do movimento cultural de sua geração: criou cenários para filmes de Gláuber Rocha e Ruy Guerra. Fez capas e ilustrações para inúmeros livros, inclusive para “Teresa Batista Cansada de Guerra” e “Tieta do Agreste”, de Jorge Amado, e “História Natural de Pablo Neruda”, de Vinícios de Morais.
Participou de exposições em importantes galerias, tais como a Bonino no Rio em 1966 , A Galeria em São Paulo ,em 1968, exposição na biblioteca do congresso em Washington D.C em 1974 ,sendo sua última exposição realizada na MCR Galeria de Arte (2006) com Matrizes, ano do seu falecimento.
O quadro apresentado “Cabra Branca na Lagoa Mágica” faz parte do acervo da MCR Galeria De Arte.
 
MCR Galeria de Arte.
Ondina Apart Hotel
07.05.2012
0

Jamisom Pedra–Vertentes

Meninas,
Hoje vou falar um pouco de Jamisom Pedra e suas obras.
Jamisom  nasceu em Valença-Ba em 1938, cursou a Faculdade de Arquitetura, destacando-se nas técnicas de representação gráfica e perspectiva e mais tarde, veio a ensinar na instituição na qual estudou.
No final dos anos 60 o mercado nacional abriu espaço para o seu trabalho. O desenho, a fotografia e a pintura foram apenas algumas das técnicas desenvolvidas por Jamison. Ele participou de Salões das Bienais da Bahia e de São Paulo. Recebeu prêmios, como desenhista (Prêmio Albrecht Dürer) e realizou várias exposições locais e nacionais.
 
Hoje, Jamisom é um dos artistas mais importantes e experientes do mercado de arte baiano,trabalha muitas vezes com temáticas que utilizam os efeitos ópticos e formas geométricas dando efeitos de terceira dimensão. Este é um trabalho cuidadoso e bem elaborado que exige muita dedicação do artista.
JAMISON PEDRA-VERTENTES X-AST-80 X 80 CM-2011
Recentemente,realizou mostras individuais e coletivas de pintura, na Paulo Darzé Galeria de Arte e no Museu de Arte Moderna da Bahia, com exposição intitulada “Luz e Sombra”. Ainda no Museu de Arte Moderna da Bahia participou da mostra coletiva intitulada BA&BA (Buenos Aires-Bahia). Participou também da mostra Seleções da Arte Contemporânea Brasileira, no Centro Cultural Correios do Rio de Janeiro,RJ.
Vocês podem conferir o quadro Vertentes, de Jamisom Pedra na MCR Galeria de Arte 
26.04.2012
2

Rescála

Meninas,

Hoje vou mostrar para vocês um quadro de João José Rescála, um dos grandes artistas modernos que veio para  Bahia nos anos 50, a convite da Escola de Belas Artes.
Dos artistas que aqui residiram, ele foi o que mais ganhou prêmios nos salões nacionais, como o premio de viagem ao estrangeiro(1943) e viagem ao Pais(1937). Estes prêmios eram os mais cobiçados pelos artistas nacionais, pois permitiam ao artista obter uma viagem para aprimoramento ,custeadas pelo governo Brasileiro e normalmente por mais de um ano.
Resclála junto com os pintores Manoel Santiago, Edson Mota, Eugenio da Proença Sigaud, Pancetti, fundou o Núcleo Bernardelli, em 1931. Lá, mantinham a filosofia de renovação das artes plásticas e pregavam a inspiração e a arte, para dessa forma, incentivar seus membros na produção de uma pintura mais radiante, livre dos padrões da  Escola Nacional de Belas Artes.
O artista possui obras nos maiores museus de arte brasileira, destacando-se, entre eles, o Museu Nacional de Belas Artes (Rio de Janeiro), o Museu de Arte (Porto Alegre) o Palácio do Governo do Amazonas, o Museu de Arte Sacra (Salvador) o Museu Costa Pinto (Salvador) o Museu de História Natural (Recife) e o Museu de Arte Moderna da Bahia (Salvador).

Mesmo sendo  leiga no assunto, gosto muito dos quadros de Rescála, inclusive meus pais têm algumas obras dele aqui em casa.  Acho que na sua obra ele retrata amor pela Bahia, pela forma que ele pinta sua gente e pelo colorido todo especial!

RESCALA-L..
Lagoa do Abaeté

Digam se este quadro não é lindo?

Vocês podem conferir este quadro de Rescála na MCR Galeria de Arte

18.04.2012
0

Um Jardim que guardei para mim.

Meninas,
Vamos apreciar mais uma bela obra de arte?
Hoje vou falar um pouco de Fátima Tosca ,baiana e uma das artistas mais destacadas da geração 80, premiada no ano passado como destaque das Artes Plásticas na Bahia (premio dado pelo Shopping Barra). Fátima é uma artista muito cobiçada por colecionadores,  já que a qualidade de sua pintura evoluiu muito nos últimos anos e suas obras tem tido uma continua valorização.
O quadro apresentado (Um jardim que guardei para mim) representa bem a evolução desta magnifica artista e faz parte da série canteiros. As suas pinturas abordam temas variados e utilizam óleo e acrílico.
FATIMA TOSCA-UM JARDIM QUE GUARDEI PARA MIM-90 X 160 CM-OST E AST-2011-
Um Jardim que  guardei para mim, faz parte do acervo da  MCR Galeria de Arte.
www.mcrgaleria.com.br

MCR Galeria de Arte.
Ondina Apart Hotel