19.06.2017
14

Dicas básicas de Londres: Parte I

Hey,

Viajar é bom demais, mas voltar para nossa casinha é tão gostoso, não é?! E é assim que eu começo a minha semana por aqui, com um misto de saudade da minha viagem e uma sensação deliciosa de voltar para o meu cantinho!

E como muitas de vocês me mandaram directs, e-mails e comentaram nas minhas fotos pedindo dicas, durante as próximas semanas falarei muito de Londres e Madrid, sobre passeios, restaurantes e compras, combinado?!

Bom, a primeira dica que vou dar (e isso vale para qualquer viagem) é sobre se programar e conhecer bem a respeito do local que você vai. Eu já conhecia Londres, mas fui com pessoas que não conheciam tanto, e como nossa memória é traiçoeira, não quis correr o risco de esquecer algum ponto turístico importante ou informações relevantes, por isso segui as dicas do elondres.com e da Bruna, do @partiulondres, e baixei os guias que eles disponibilizam online com as principais dicas e pontos turísticos. Isso ajudou muito a criar o nosso roteiro de viagem, levando em consideração os principais pontos, a distância e etc. Mas o roteiro e as principais dicas eu conto no próximo post, ok?

Além disso, eles fazem um kit de boas vindas para o cliente, que conta com o Oyster Card (que é o cartão de integração de ônibus e metrô que você sem dúvidas precisará), um chip de celular com internet ilimitada e um conversor de tomadas, já que as tomadas de Londres são completamente diferentes das do Brasil. Este kit eles enviam para o Brasil ou entregam no seu hotel no primeiro dia de viagem.  Vale muito a pena! Para adquirir é só entrar em contato com eles por direct através do instagram @partiulondres.

Depois de saber quais os pontos turísticos e locais você quer conhecer, saiba como se locomover.

Como se locomover e turistar em Londres:

Ônibus turístico:

Para conhecer a cidade, existem os ônibus turísticos que param nos principais pontos turístico e  contam com áudio guide que explica toda a história dos locais visitados. Estes ônibus circulam na cidade a partir das 9h e você pode pegar em diversos pontos. É só olhar no site The Original Tour o ponto turístico mais próximo do seu hotel.  Existem várias empresas que prestam este serviço, esta é apenas uma como sugestão, e a maioria delas possuem o áudio em Português de Portugal.

Como Londres é muito grande, existem três rotas de ônibus, passando pelos principais pontos turísticos e você pode soltar em todos os lugares que desejar. Depois é só retornar para o ponto e pegar outro ônibus turístico da mesma companhia que passa a cada 15 minutos no local. Não se esqueça de guardar o bilhete, você precisará apresentar todas as vezes que entrar no ônibus.

Para utilizar o ônibus turístico você gasta em torno de 23,00 libras e o bilhete é válido por 24h e dá direito ao passeio de ônibus + passeio de barco pelo Rio Tamisa. 

Minha opinião? O ônibus turístico funciona em vários países que já visitei, mas não indico para Londres, por se tratar de uma cidade enorme e super engarrafada! Você perde muito tempo no engarrafamento e/ou esperando o ônibus seguinte, após soltar em algum lugar.

Metrô + ônibus:

Sem dúvidas esta é a melhor opção para se locomover em Londres, e é imprescindível que você compre o Oyster Card, que é o cartão que dá acesso ao ônibus e metrô da cidade. Como eu fiquei mais de uma semana, fiz o pacote semanal, e com o sistema pay as you go, pude utilizar o ônibus e o metrô de maneira ilimitada. O valor do passe semanal varia de acordo com as zonas de metrô que você utilizará, mas nós turistas só utilizamos as zonas 1, 2 e 3.

O passe de uma semana, para utilizar ônibus e metrô, das zonas 1 a 3, é em média 38,00 libras. Se fizer você às contas de quanto é o passe diário, verá que vale muito mais a pena pegar um pacote. E se você tiver alguma dúvida, nas estações de metrô tem sempre um funcionário para te auxiliar.

Existe também o cartão Oyster Card de turista, que te dá descontos em alguns lugares e pontos turísticos, mas todos os lugares que eu apresentei não me deu vantagem alguma! Haha Por isso desisti de apresenta-lo e fiquei com o tradicional cartão azulzinho mesmo!

Para acessar o ônibus e o metrô é só aproximar o cartão do sensor amarelo e pronto, sua entrada é liberada! Lembre-se apenas que na saída da estação metrô você precisará apresenta-lo novamente para abrir a catraca, por isso tenha sempre ele fácil dentro da bolsa, caso contrário, encoste em um canto para procurar, pois os ingleses vivem apressados e ficam extremamente estressados quando paramos na catraca para procurar o cartão!

Para andar na cidade de metrô é super fácil, e se você estiver com internet, melhor ainda, basta baixar o aplicativo CITY MAPPER. Nele você coloca o seu destino e ele te dá o passo a passo como chegar, qual metrô pegar e qual estação parar.

Ah! E no final da sua viagem, você pode devolver o Oyster Card em qualquer estação de metrô e receber de volta 5,00 libras.

Taxi e Uber:

Se você for para um local próximo e não quiser pegar metrô ou ônibus, assim como no Brasil, a melhor opção é pedir um Uber. O valor é bem mais em conta que o taxi e você pode simular uma corrida antes e saber o valor que irá pagar.

A pé:

Em Londres todos os cantinhos são tão lindos, que vale a pena caminhar muito pela cidade. Alguns pontos turísticos são bem próximos uns dos outros. Coloque um sapato confortável e ande, ande muito! Vale a pena! Além de utilizar ônibus e metrô, eu caminhava rodando a cidade todos os dias uma média de 15km!

Espero que tenham gostado das minhas dicas. Qualquer dúvida ou pergunta, podem me mandar por comentário, e-mail ou lá no instagram também! 

Beijos!!

  1. Carol tudo bem?Adorei seu post! Eu na verdade queria um conselho. Chegamos em Londres em um domingo às 15h e vamos embora no sábado. Sei que os grandes mercados de rua são bons de se ver nos fins de semana, vc acha que vale a pena, tendo em vista o horário que chegamos, tentar pegar alguma feirinha ou aproveitar o resto do domingo em Covent Garden?O que vc faria?
    Bjos

    Positivo 0 Negativo

    • Oi Marcele, tudo bom?
      Se você for agora no verão, o dia só está escurecendo as 21h. Então vale a pena sim aproveitar o dia para ir ao borough market e até mesmo passear pelo Tâmisa. Aos domingos, até o final de Agosto, tem várias bandas se apresentando, próximo ao Tate Modern, com várias barraquinhas de comidas e bebidas. É bem animado!!
      E covent garden vale a pena ir qualquer dia. A dica é até ficar por lá e depois ir assistir uma peça de teatro pela região. Agora está passando ALADIN, e é sensacional!

      Positivo 0 Negativo

  2. Amando seus posts com dicas sobre Londres!! Esperando a parte3,4,5… rsrs!!!

    Positivo 0 Negativo

  3. Olá, como faço para adquirir esse kit com o cartão oyster, o chip e demais itens? obrigada.

    Positivo 0 Negativo

Escreva seu comentário