18.01.2012
1

A amiga faz o post: Museu do Traje e do Têxtil!

Meninas,
Em uma das minhas conversas sobre moda com minha amiga Priscilla Reis, ela falou a respeito do Museu do Traje e do Têxtil em Salvador. Claro que neste momento vi que o assunto daria um bom posts e nem hesitei em pedir para ela, mais uma vez, dar uma contribuição para o blog!!!
Quem curte história da Moda, com certeza vai curtir este post!!!

“ MUSEU DO TRAJE E DO TÊXTIL
A Fundação Instituto Feminino da Bahia é uma instituição privada, católica, sem fins lucrativos, com sede no bairro do Politeama na cidade de Salvador. Os salões e salas decoradas com um rico acervo de “Arte Antiga” do século XIX e XX, tem um acervo amplo e diversificado formado por mais de 15.000 peças. 
O destaque do acervo fica por conta da coleção de “Indumentária do Museu do Traje e do Têxtil composta por trajes de baile, festas e passeio, roupas de cama e mesa, acessórios femininos, além de vestes eclesiásticas. 
A coleção têxtil do Instituto Feminino  da  Bahia foi iniciada em 1933, ano da realização do 1º Congresso Eucarístico Nacional, a fim de proporcionar aos Congressistas uma visão clara da Arte Baiana e de como vivia a sociedade no século XIX.O visitante depara-se, entre outras preciosidades, com a Saia e Manto da Princesa Isabel, um retábulo da Antiga Sé, e o Solidéu do Papa Pio X, além do Crucifixo da mártir da independência baiana, Soror Joana Angélica.
O museu do traje e do têxtil possui peças diversificadas divididas nas seguintes categorias:

  •                 Roupas de Noivas – época em que as noivas não se vestiam de branco.
  •                 Roupas brancas e Infantis – Abriga um acervo grande de peças brancas, todas ornamentadas com bicos e rendas francesas ou da terra e muito bordado. Também os trajes infantis fazem parte do acervo, destacando-se belíssimos vestidos de Batizado e Primeira Comunhão, roupas de marinheiro, além de enxovais de recém nascidos.
  •                 Trajes a Rigor – Vestidos de baile, de estilistas famosos, como Christian Dior, Pierre Balmain e o famoso Paul Poiret .
  •                Galeria Eclesiástica – Tem como destaque a Capa Magna usada pelo Cardeal Arcebispo D. Augusto Álvaro da Silva e a farda do seu Gentil Homem, lugar ocupado pelo Dr. Rômulo Serrano.
  •                 Acessórios – Bolsas, sapatos, chapéus, luvas, fivelas, pentes de tartaruga, botões, alfinetes de chapéus e trousses para eventos mais solenes.
  •                 Leques – Coleção que pertenceram à Barões de Cotegipe e à Condessa Pereira Marinho. Leques de Marfim, de Madrepérola, de tartaruga , de cetim pintado, de renda verdadeira, de penas diversas, de madeira etc.

museu
museu do traje
museu do traje 1
Fiquei bastante impressionada com o acervo que encontrei. Tanto na arquitetura quanto na vestimenta,  se encontra referencias utilizadas nos dias de hoje.
Vale muito a pena fazer uma visita ao museu, dar uma volta no passado e descobrir suas riquezas!!!
Beijos 
Priscilla Reis “

Fonte: Fundação Instituto Feminino da Bahia
Endereço: Rua Monsenhor Flaviano, N° 02
Politeama – Salvador-BA – Brasil
Telefone: (71) 3329-5520/5522
Funcionamento: seg a sex: 10h as 12h e 14h as 18h
Taxa cobrada: R$ 3,00 a meia  
                       R$ 5,00 a inteira

Eu adorei o post meninas!!  Inclusive quando pequena já desfilei para o Instituto Feminino com os trajes infantis. Vou procurar as fotos e se achar, coloco aqui para vocês!
E vocês?? Gostaram???

Obrigada Piu!!!

  1. tem uma materia bem legal deste museu e do costa pinto aqui: http://modaspot.abril.com.br/cultura-fashion/cultura-arte-fotografia-exposicoes/museus-baianos-reunem-pecas-historicas-da-moda-brasileira

    Nem sabia (ignorancia) que tinhamos um museu tão legal!

    Positivo 0 Negativo

  2. Muito bom esse post!!!
    Adorei!!!

    Positivo 0 Negativo

  3. Nunca soube que existia esse museu aqui em Salvador. Preciso ir lá conhecer!!
    Beijos!

    Positivo 0 Negativo

  4. Blog também é cultura. Adorei o post! :)

    Positivo 0 Negativo

Escreva seu comentário